29/04/2020 • • por Andre Massaro

Day trade – vantagens e desvantagens


O day trade é uma espécie de “sonho de consumo” de muita gente quando começa a aprender sobre a bolsa de valores. A ideia de ganhar dinheiro “por dia” é extremamente tentadora e alimenta fantasias de enriquecimento rápido e de liberdade financeira.

O day trade é aquela modalidade de operações especulativas (trading) que envolve a compra e a venda de determinado ativo financeiro no mesmo dia. São operações de curtíssimo prazo (que duram de alguns minutos a algumas horas), diferente de outros prazos operacionais como o Swing Trading e o Position Trading (para saber mais sobre os outros prazos operacionais, leia este artigo: “Position, Swing, Day Trading… O que é isso?”).

A primeira questão: Day Trade é uma coisa “viável”?

A resposta curta é “sim, é viável”. Eu mesmo conheço algumas (poucas) pessoas que vivem de day trade. Só que são, realmente, POUCAS pessoas. Diria que eu consigo contar nos dedos de uma única mão a quantidade de pessoas que eu conheço que conseguem, consistentemente, ganhar dinheiro com day trade (e olha que eu conheço bastante gente…).

A resposta um pouco menos curta e um pouco mais elaborada é “é viável, mas é muito difícil, quase impossível e a maioria das pessoas que se envolve com isso acaba perdendo mais dinheiro do que ganha”. Inúmeros estudos acadêmicos de finanças mostram que a esmagadora maioria dos day traders são perdedores no longo prazo.

Um desses estudos mais famosos foi realizado no Brasil, pelos economistas Fernando Chague e Bruno Giovannetti, da FGV (Fundação Getúlio Vargas), em 2019. O estudo repercutiu, inclusive, no exterior (clique aqui para ver a versão em Inglês do estudo, chamada “DayTrading for a Living?”).

A conclusão do estudo é que aproximadamente 97% daqueles que se aventuram no day trading acabam perdendo dinheiro. Ou seja. É possível… Mas é tão difícil que, talvez, seja melhor nem tentar…

Veja este vídeo: Ser day trader ou um astro de Hollywood?

Mas… assumindo que o day trade seja uma modalidade viável (ainda que com baixíssima chance de sucesso), vamos ver as principais vantagens e desvantagens:

As vantagens do day trade

Vantagem #1 – Alavancagem

As operações em bolsa têm seu processo de liquidação apenas após o término do pregão. Por conta disso, é possível (em tese) fazer operações que se iniciem e encerram no mesmo dia sem precisar colocar dinheiro.

O “em tese” do parágrafo anterior é porque, no fim das contas, tudo vai depender de sua corretora. A corretora pode permitir que você faça operações de day trade alavancado (ou seja, sem ter o dinheiro correspondente).

Dependendo do seu relacionamento com a corretora e do tipo de acordo que você faz com ela, é possível que eles apenas exijam alguma quantia de dinheiro ou garantias para o caso de perdas.

Aqui não existe uma regra e é no “caso a caso”. Mas uma das coisas mais atraentes do day trade é a possibilidade de fazer transações grandes sem precisar ter todo o dinheiro.
Essa é uma das razões (talvez a principal) pelas quais o day trade acaba exercendo tanto fascínio e encantamento para aquelas pessoas que buscam enriquecimento rápido.

Vantagem #2 – Evitar os gaps

Um “gap” é uma descontinuidade nos preços que acontece em determinado ativo financeiro, no intervalo entre um pregão e outro.

Para entender melhor os gaps, leia este artigo aqui: O que é um “gap” na bolsa.

Mas o ponto é que, na bolsa de valores, o preço de um ativo financeiro não necessariamente “continua” de onde ele parou no dia anterior. Eventos impactantes podem acontecer no período em que o mercado está fechado, e que acabam influenciando os preços de abertura do dia seguinte.

Os gaps são especialmente assustadores para quem faz operações de curto prazo que levam mais de um dia (é o caso do swing trade).

Imagine que você compra determinada ação e ela começa a se mover na direção desejada. Você consegue um lucro de 3% em dois dias (nada mal) mas, no terceiro dia, por conta de alguma “dor de barriga” que aconteceu na noite anterior, a sua ação já abre com uma queda imediata de 6%.

A sua operação lucrativa virou, subitamente, uma operação perdedora.
Como as operações de day trade não passam de um dia para o outro, elas ficam imunes aos gaps. Tudo bem que os gaps também podem ser “a favor”, mas, aqui, é bom não contar com a sorte.

Vantagem #3 – Feedback mais rápido

Aqui cabe uma observação: o tal estudo da FGV (mencionado anteriormente) observou que a maioria dos day traders não evolui com o tempo – na verdade, o resultado vai se deteriorando. Se isso for real, significa que não há um “aprendizado” aqui e que a ideia de que o trader pode ir melhorando com a prática é ilusória.

Mas, assumindo que seja possível evoluir com a prática, quanto mais curto forem os prazos operacionais, mais rápidos serão os feedbacks que permitem essa suposta evolução.

Aqui no blog, tem um artigo chamado “’Swing trading’ é melhor para iniciantes” que tem, como argumento, exatamente essa questão do feedback curto (que, em tese, acelera o processo de aprendizado).

Bem, como o day trade tem um prazo ainda mais curto, esse feedback fica ainda mais rápido. Ou seja, se o seu método não for bom, você descobrirá isso rapidamente e poderá fazer os devidos ajustes de forma igualmente rápida.

As desvantagens do day trade

Desvantagem #1 – Baixa probabilidade de êxito

O estudo da FGV e outros estudos similares, feitos ao redor do mundo, mostram que poucos day traders conseguem ter sucesso de forma consistente. O resultado desses estudos está totalmente consistente com minha experiência e com minhas observações pessoais, inclusive com meus anos de experiência treinando e ensinando investidores de todos os tipos.

Como eu disse antes, existem pessoas que têm sucesso, de forma consistente, com day trade. Porém, são tão poucas que não se pode desconsiderar que esse sucesso seja, talvez, pura sorte…

Um dos problemas do day trade (e talvez seja o principal) é que os “micromovimentos” nos quais ele se apoia são um tanto erráticos e cheios de ruído. Por mais que o trader faça uso intensivo de ordens stop loss, a quantidade de operações com prejuízo (ainda que tenham pequenas perdas) tende a se tornar grande demais e a suplantar todos os ganhos.

Erra-se muito e acerta-se pouco.

Desvantagem #2 – Necessidade de monitoramento constante

Day trade não é uma “modalidade de investimento”, e sim um trabalho… Quem é day trader tem, praticamente, um “emprego”, com horário de entrada e de saída.

A vida dos traders, hoje em dia, é muito mais fácil do que já foi no passado. Eu mesmo já fui trader em uma época em que não existiam plataformas sofisticadas, não existia roteamento de ordens e tudo tinha que ser feito “na unha”. Robôs, algoritmos e trading systems eram sonhos distantes…

Hoje, os traders têm muito mais ferramentas e facilidades à disposição. Mas, ainda assim, essas ferramentas têm limites e não são muito confiáveis. Na teoria, tudo é lindo… Você programa seus “robôs” na sua plataforma e eles ficam ganhando dinheiro para você enquanto você vai passar o dia na praia.

Na prática, você vai lidar com robôs que não executam direito aquilo que você programou, com corretoras que te deixam “na mão” nos piores momentos, com slippage insano (que vai destruir a lucratividade das suas operações) e com estratégias que são maravilhosas no backtest mas que são um lixo na vida real.

O “ir para a praia” vai virar apenas um sonho e você vai passar o dia inteiro, todos os dias, com os olhos colados na tela… Bem vindo ao mundo dos day traders!

Conclusão

Não é impossível ter sucesso com day trade. Aliás, se formos pela lógica do “cisne negro” (ou “o problema da indução”), basta uma única observação em contrário para refutar toda uma teoria.

Ou seja, basta existir uma única pessoa, no mundo todo, que tenha sucesso com day trading (e tem…) para refutar aqueles que dizem ser “impossível” ter sucesso.
Porém, ser “possível” e ser “provável” são coisas bem diferentes. É possível ter sucesso no day trading, mas a PROBABILIDADE de sucesso é muito baixa.

Seja como for, se você pretende se aventurar no day trading (ou já definiu que é o caminho que pretende seguir), esteja consciente das vantagens e desvantagens.

Quer se manter atualizado?

Assine minha newsletter e fique sabendo, em primeira mão, sobre meus artigos e vídeos. E receba, ainda, conteúdos EXCLUSIVOS.

Leia também:

Comentários

Comente